Os Melhores Vidros

On fevereiro 14th, 2012, posted in: Novidades by

na década de 1950 começaram a aparecer no mercado brasileiro grandes comerciantes de vidro, como Sebastião Pais de Almeida, que chegou a controlar cerca de 60% da distribuição de vidros em todo o Brasil.

Em 1951, a Santa Lúcia Cristais Ltda. começou a funcionar com um pequeno forno plano, duas ou três máquinas de lapidação e alguns cavaletes e tablados usados como mesas de corte. Dez anos depois, a fábrica inaugurava outra filial, estampando o slogan Vidros Blindex de Segurança na fachada. Mais tarde, a fábrica adotaria o Blindex em sua razão social.

Associada ao grupo europeu BSN, liderado pela belga Boussois, e com o grupo brasileiro Ipiranga, do setor de petróleo, a Santa Lúcia instalou, em Caçapava, São Paulo, a Companhia Produtora de Vidro – a Providro -, que entrou em operação em 1962.

Com toda essa ascensão da Santa Lúcia, a Vidraria Santa Marina, já associada ao grupo francês Saint-Gobain, buscou reforçar sua posição e aumentou a participação acionária na Vidrobrás.

Pouco antes, em 1957, surgiu a União Brasileira de Vidros (UBV), criada por um grupo de distribuidores paulistas. A fábrica era responsável pela produção de vidros impressos e passou a concorrer diretamente com a Vidrobrás e sua controlada, a Vicry.

No início de 1960, o mercado possuía três fabricantes principais – Providro, Santa Marina e UBV -, um bom número de distribuidores espalhados pelas regiões de maior consumo e poucos processadores. Até a década de 1980 o cenário não mudou muita coisa.

Existem muitas controvérsias com essa coisa de marcas. Vou dar um exemplo: há 13 anos comprei minha primeira TV 29′, ela era uma CCE, e até hoje além de funcionar e ter uma ótima imagem, nunca precisei consertá-la!

Mas não é isso que a maioria das pessoas fala sobre essa marca!

Existe um órgão que dita as normas para planejamento, execução, aplicação, medição, colocação e uso das peças de vidro. Essas normas são regulamentadas oficialmente pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas

Há várias empresas que obtiveram o certificado Inmetro/IFBQ para os vidros temperados, conforme a norma NBR 14698 da ABNT. São elas:

Americanbox, Bend Glass, Lâmina Temper, Cristal Sete, Cristaltemper, DVB Vidros, Interbox, Linde Vidros, Menedin, Nazario Vidros, New Temper, Rohden Vidros, Speed Temper, Tempervidros, TVT, Vidrobens, Vipel, Viprado, Vitral, Vitrum.

Talvez isso de chamar qualquer vidro temperado de blindex pareça um pouco com o problema das lâminas de barbear, que chamamamos de Gilette!!!

Fonte(s):

 

Nenhuma resposta para “Os Melhores Vidros”

Deixe seu comentário